Sindicato Nacional dos Servidores Federais
da Educação Básica, Profissional e Tecnológica


Representante dos docentes e técnico-administrativos da Rede Federal de
Educação Profissional, Científica e Tecnológica
Filiação:



Você está aqui: Início Notícias
Ato dos/as SPFs em Brasília/DF dá o Pontapé Inicial da Campanha Salarial 2014
Publicado por Mário Júnior - Qua, 05 fev. 2014 20:29

Nesta quarta-feira (05/02), milhares de Servidores/as Públicos/as Federais (SPFs) tomaram as ruas da Esplanada dos Ministérios em Brasília/DF, nas imediações da sede do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), durante o ato de lançamento da Campanha Salarial Unificada 2014 dos SPFs. Veja aqui o álbum de fotos da manifestação.

Os/as trabalhadores concentraram-se na frente do Ministério, onde estenderam faixas, abriram cartazes e fizeram intervenções ao microfone do trio elétrico até terem a pauta de reivindicações do movimento protocolada no MPOG. Em seguida, saíram em passeata pelas ruas da capital federal, denunciando a política de arrocho salarial do Governo Dilma, que desde o ano passado não atende os/as servidores/as.

Uma comissão de representantes do movimento participou de rápida reunião com o Secretário Executivo do MPOG, André Bucar, e o Secretário de Relações do Trabalho, Sérgio Mendonça, para discutir as demandas dos/as trabalhadores/as contidas na pauta de reivindicações, semelhante ao documento que foi protocolado em 20 de fevereiro de 2013 e que, até hoje, nunca foi respondido pelo Governo.

Os secretários firmaram um compromisso em responder formalmente aos itens da pauta antes do feriado de carnaval, assim como também se comprometeram em intervir para agendar uma reunião das entidades com a Ministra do Planejamento, Miriam Belchior.

Entre as reivindicações dos/as servidores/as públicos/as estão a) uma política de valorização salarial permanente; b) paridade entre ativos/as, aposentados/as e pensionistas; c) definição da data-base do funcionalismo público em 1º de maio; d) regulamentação da negociação coletiva; e) diretrizes de plano de carreira; f) retirada de projetos do Congresso Nacional que prejudiquem os/as trabalhadores/as públicos/as; g) cumprimento por parte do Governo de acordos e protocolos de intenções firmados em processos de negociação, bem como a antecipação da parcela de reajuste prevista para janeiro de 2015 e o reajuste em benefícios; h) revogação da lei que criou a Fundação de Previdência Complementar do/a Servidor/a Público/a Federal do Poder Executivo (Funpresp-Exe) e garantia do direito de previdência pública para todos/as.

O SINASEFE levou suas bases ao evento, que vieram em caravanas próprias, além de contar com a participação de membros da Direção Nacional do Sindicato que estão em plantão na sede durante esta semana: Alexandre Fleming, Bruno Silva e Silvio Rotter.

Nossa Central Sindical e Popular, a CSP-Conlutas, também participou da mobilização, trazendo diversas caravanas com importantes bases, contando ainda com a presença dos membros da Secretaria Executiva Nacional José Maria de Almeida e Paulo Barela. Leia aqui a matéria disponível no site da CSP-Conlutas.

Tanto o SINASEFE quanto a CSP-Conlutas compõem o Fórum das Entidades Nacionais dos/as Servidores/as Públicos/as Federais, que organizou o ato.

José Maria, dirigente da CSP, criticou a política do governo Dilma e da “oposição de direita”, ambas representantes das políticas neoliberais que tanto castigam a classe trabalhadora. A Coordenadora Nacional da Auditoria Cidadã da Dívida, Maria Lucia Fattorelli, presente na manifestação, responsabilizou o “sistema da dívida” pela ausência de reajustes e carreiras dignas aos/às trabalhadores/as ativos/as e aposentados/as do serviço público.

Pelo SINASEFE, o Secretário-Adjunto de Comunicação, Alexandre Fleming, ressaltou “a importância da unidade entre as diversas categorias de servidores/as públicos/as na luta pela manutenção e ampliação dos seus direitos historicamente conquistados, assim como por valorização profissional e mais verbas para os serviços públicos, que são tão essenciais aos/às brasileiros/as e passam há muito tempo por uma situação de precarização e insuficiência em sua prestação”.

Continuidade do movimento

Amanhã (quinta-feira, 6 de fevereiro) os/as SPFs voltam a se reunir em Brasília/DF numa nova atividade do Fórum de Entidades Nacionais: o Seminário sobre Dívida Pública, que será realizado das 9 às 14 horas no Auditório Nereu Ramos, localizado no Anexo II da Câmara dos Deputados. Já no dia 7 (sexta-feira) uma Plenária do Fórum deve avaliar as atividades e deliberar questões referentes à continuidade da Campanha, entre as quais o indicativo de greve das categorias. O SINASEFE já faz parte dessa luta e convoca suas bases a somarem-se à mesma!

Última atualização em Dom, 09 fev. 2014 22:55