Sindicato Nacional dos Servidores Federais
da Educação Básica, Profissional e Tecnológica


Representante dos docentes e técnico-administrativos da Rede Federal de
Educação Profissional, Científica e Tecnológica
Filiação:



Você está aqui: Início Notícias
Educação profissional e tecnológica é debatida no Encontro Regional Nordeste

O cenário político-econômico nas esferas nacional e mundial e suas implicações para os trabalhadores, além de diversos temas que envolvem as questões sindicais e a educação, foram abordados durante o Encontro Regional Nordeste do Sindicato dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (SINASEFE), realizado no Instituto Federal da Bahia (IFBA), em Salvador, de sexta até este domingo, dia 12 de maio.

O evento, organizado pela SINASEFE, Seção Bahia, contou com a participação de representantes da diretoria nacional do sindicato e das 16 seções dos estados do Nordeste: Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe.

Na abertura do evento (dia 10) foi realizado um debate sobre a “Conjuntura nacional e internacional”, com as palestras do diretor geral da Superintendência de Estudos Econômicos (SEI), Geraldo Reis, do professor do Departamento de Ciências Políticas da Faculdade de Ciências Humanas da UFBA, Jorge Almeida, e do coordenador nacional do SINASEFE, Shilton Roque. O mediador foi o coordenador geral do SINASEFE-BA, Georges Rocha.


No sábado (dia 11), o evento teve continuidade com as mesas “Carreira única dos trabalhadores da educação x regulamentação das carreiras a partir da greve de 2012”, “Pesquisa/extensão na rede federal de educação básica, técnica e tecnológica: desenvolvimento local, sustentabilidade e emancipação social”, “Gênero, raça, etnia e trabalho infantil” e “Precarização na expansão na rede federal de educação básica, técnica e tecnológica”. Já no domingo, os debates foram sobre “Estrutura sindical e formação política”, “Acordo Coletivo Especial (ACE), anulação da Reforma da Previdência e Campanha Salarial”.

“Esperamos que, através dessas discussões, possamos desenvolver uma luta sindical com mais vigor. Precisamos nos unir e reinventar estratégias para consolidar o SINASEFE. Não podemos ficar à mercê dos grandes sindicatos nacionais da educação. Precisamos utilizar a criatividade para envolver parcelas dos colegas que ainda não participam da luta dos trabalhadores da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica”, ressaltou Georges Rocha.

Para o coordenador nacional, Shilton Rocha, os debates foram extremamente produtivos, com ampla participação dos servidores. “O contraponto colocado através das palestras apresentadas e as intervenções riquíssimas, feitas pelos participantes do encontro, ajudaram a instrumentalizar a prática sindical”, destacou.



Campanha sobre Assédio Moral



Na oportunidade, o SINASEFE-BA lançou a Campanha Estadual de Combate ao Assédio Moral, que tem como objetivo ampliar a discussão sobre a temática no ambiente de trabalho por meio de discussões nos espaços institucionais e a distribuição de cartilhas e cartazes que orientem os servidores.

“Temos ameaças em nosso ambiente de trabalho e precisamos ampliar a discussão sobre o assunto. A campanha foi pensada diante dos inúmeros casos de assédio moral que chegam até nós. É necessário estarmos juntos ao trabalhador para enfrentarmos essa opressão e promovermos um ambiente de trabalho saudável e favorável ao desenvolvimento de nossas atividades”, explicou a coordenadora de Combate à Opressão do SINASEFE-BA, Zildenir Martins.

Fonte: SINASEFE BAHIA

Última atualização em Ter, 14 maio 2013 16:16