Sindicato Nacional dos Servidores Federais
da Educação Básica, Profissional e Tecnológica


Representante dos docentes e técnico-administrativos da Rede Federal de
Educação Profissional, Científica e Tecnológica
Filiação:



Você está aqui: Início Notícias
Informe do plantão: Seminário dos SPFs, reunião da DN, 27º Seminário de Segurança, 2º Seminário do EMI e Escola Sem Partido
Publicado por Mário Júnior - Qui, 16 ago. 2018 10:17

Confira acima o informe em vídeo dos plantonistas da última semana (6 a 10 de agosto) - Aliomar da Silva, David Lobão, José Luiz Papa e Lucrécia Helena - sobre os assuntos mais relevantes às bases do SINASEFE no momento. Parte do conteúdo tratado no vídeo também faz parte do Boletim do SINASEFE nº 579 que foi lançado na última sexta-feira (10/08).

São temas tratados no informe:


Seminário dos SPFs

Entre os dias 30 de agosto e 1º de setembro, Fonasefe e Fonacate realizarão o Seminário Nacional "O Serviço Público que Queremos". O evento acontecerá em Brasília-DF e terá como eixo central a defesa dos serviços públicos diante dos efeitos catastróficos da Emenda Constitucional nº 95/2016 (EC 95).


Reunião da DN

Após o Seminário dos SPFs, há a possibilidade de realização da segunda reunião da gestão 2018-2020 da Direção Nacional (DN) - algo que está em debate pelo colegiado.


27º Seminário de Segurança

Foi realizado de 5 a 11 de agosto, em Brasília-DF, o 27º Seminário Nacional de Segurança das Instituições de Educação IPES e EBTT, que contou com representação do SINASEFE NACIONAL e de várias das suas seções sindicais.


2º Seminário do EMI

De 7 a 9 de agosto, também em Brasília-DF, o Conif (representação das reitorias) realizou o 2º Seminário Nacional do Ensino Médio Integrado, que fez parte do evento Conecta IF 2018. O SINASEFE esteve no evento denunciando a Reforma do Ensino Médio e mobilizando os participantes contra sua implementação na Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica.


Lei da Mordaça

Por fim, o SINASEFE também se mobilizou na Câmara dos Deputados, onde quase aconteceu uma reunião que poderia ter aprovado o Escola Sem Partido (PL 7180/2014) na Comissão Especial que trata do tema. A reunião foi agendada em 07/08 para o dia seguinte, mas acabou sendo cancelada.


Conteúdo relacionado