Sindicato Nacional dos Servidores Federais
da Educação Básica, Profissional e Tecnológica


Representante dos docentes e técnico-administrativos da Rede Federal de
Educação Profissional, Científica e Tecnológica
Filiação:



Você está aqui: Início Notícias
32º CONSINASEFE: resumo do terceiro dia
Publicado por Ascom Sinasefe - Ter, 01 maio 2018 07:40

O terceiro dia de congresso do SINASEFE, segunda-feira (30/04), teve uma programação intensa. A aprovação, por unanimidade, de centenas de resoluções foi um dos destaques no debate de Plano de Lutas. Um ato contra a intolerância religiosa, a apresentação de candidaturas e debate eleitoral entre chapas marcaram os trabalhos vespertinos. As votações foram realizadas à noite enquanto as apurações e a confraternização entre os participantes se estenderam até a madrugada do dia 1º de maio.

Plano de Lutas

Os trabalhos do terceiro dia de evento foram iniciados com um informe da Comissão Eleitoral. Membro da comissão, José de Araújo explicou que foram inscritas cinco chapas para a disputa da Direção Nacional (biênio 2018-2020), e formalizadas apenas cinco candidaturas ao Conselho de Ética do SINASEFE. Como a composição do Conselho de Ética requer 10 membros, o prazo de inscrição para esta votação foi prorrogado até as 14 horas do mesmo dia.

As teses do tema 2, sobre plano de lutas, foram apresentadas ainda na manhã de segunda-feira, com posterior sorteio de inscrições para falas dos congressistas.

O plenário do 32º CONSINASEFE deliberou pelo envio de propostas de resoluções polêmicas e/ou com destaques para as instâncias do SINASEFE (DN e Plenárias Nacionais). Essa metodologia possibilitou, então, a leitura das mais de 15 páginas de propostas com a respectiva aprovação por unanimidade daquelas que não provocaram pedidos de destaque. Confira todas as resoluções aprovadas- relativas à conjuntura e ao plano de lutas.

Ato e manifesto contra a intolerância e o racismo

"Quem é ateu e viu milagres como eu

Sabe que os deuses sem Deus

Não cessam de brotar, nem cansam de esperar

E o coração que é soberano e que é senhor

Não cabe na escravidão, não cabe no seu não

Não cabe em si de tanto sim

É pura dança e sexo e glória, e paira para além da história"

Cantando canções que enaltecem a diversidade religiosa, como Milagres do povo, de Caetano Veloso, um grupo de participantes, o "Povo de santo", apresentou a proposta de Manifesto do SINASEFE Contra a Intolerância Religiosa. O documento foi aprovado por unanimidade pelos congressistas.

"É momento de cobrar com vigor o resgate da imensa dívida do Brasil para com os afrodescendentes. Neste contexto, torna-se imperativo reconhecer que é imoral e ilegal o ataque aos adeptos dos cultos afro-brasileiros e a sua religião. Cidadãs e cidadãos dignos (as), seja qual for sua crença, não podem admitir que a liberdade religiosa seja violada, que os adeptos (as) sejam desrespeitados (as), ofendidos (as), injuriados (as), maltratados (as), perseguidos(as)." Destaca um trecho do manifesto, confira a íntegra.

Credenciamento

Os números finais do credenciamento do congresso também foram divulgados: 494 delegados(as) e 110 observadores(as), representando 65 Seções Sindicais do sindicato nacional.

Divulgação das chapas e candidaturas participantes

Candidatos aos Conselhos do SINASEFE, de Ética e Fiscal, apresentaram individualmente suas candidaturas aos participantes.  Na tarde do terceiro dia também foi publicada uma matéria com um resumo de propostas solicitadas pela Ascom às respectivas chapas. Materiais de campanha, sob responsabilidade dos inscritos, também foram distribuídos aos congressistas. Saiba mais sobre as chapas.

Debate

O debate entre as cinco chapas que concorreram à eleição para a Direção Nacional (DN) aconteceu na noite de segunda, como último ato antes das eleições do 32º CONSINASEFE. Saiba mais sobre as chapas: www.goo.gl/feGWS4.

Além das considerações inicias e finais - com fragmentos abaixo- foram realizadas duas rodadas de perguntas entre os debatedores e uma rodada de perguntas dos congressistas, sorteadas para cada chapa.

Chapa FIRMES NA LUTA:

Em sua apresentação, as debatedoras saudaram as mulheres que se dispuseram a construir a chapa. Se colocaram como um "grupo extremamente coerente que faz o que fala e fala o que faz" e afirmaram que a prioridade neste momento é organizar a luta dos trabalhadores. A chapa está representada por Camila Marques, Jane Miranda e Ricardo Velho.

Chapa SONHAR E LUTAR:

Elencando elementos como a ofensiva e o golpe, além de homenagear Marielle e Anderson, a chapa denunciou a intervenção militar no Rio de Janeiro. "Nossa chapa trabalha com as diferenças, com o respeito às diferenças" destacaram. A chapa está representada por Clarissa Cavalcante, David Lobão e Magda Furtado.

Chapa INCONFIDENTES AVANÇANDO NA LUTA CLASSISTA:

Além de apresentar um rápido histórico das lutas recentes, lembrando datas como o dia 28/04, da Greve Geral e o dia 24/05/2017, da grande marcha em Brasília. Itens como a autonomia do sindicato e a defesa do classismo foram citados. Destacaram o momento histórico do sindicato com "a inscrição de todas as chapas com a participação de 14 mulheres em cada". Representam a chapa: Beth Dau, Janaína Zanchin e Marcos Dorval.

Chapa SINASEFE INDEPENDENTE, DEMOCRÁTICO E DE LUTAS:

Defendendo a reestruturação do SINASEFE, independente do Estado, dos governos e dos partidos, a chapa se apresentou como de composição programática. Defendendo a luta contra o golpe, a chapa reforçou também que " a Direção Nacional não pode se afastar da base". Representam a chapa: Felipe Jacques, Lucrécia Helena e Ricardo Filho.

Chapa EM DEFESA DA UNIDADE DA CLASSE TRABALHADORA:

Explicando que a composição da chapa se deu baseada no programa político e na importância da unidade de ação, grupo se posicionou também em defesa do ex-presidente Lula, destacando que "eleição sem Lula é fraude". A luta dos trabalhadores das instituições militares e dos ex-territórios também foi citada na apresentação. Representam a chapa: Elenira Vilela, Isaías dos Santos e Margareth de Oliveira.

Votações

Eleição para os Conselhos Fiscal e de Ética e para a Direção Nacional do SINASEFE aconteceram por mais de duas horas tranquilamente no CET da CNTC, durante a noite do terceiro dia de evento.

Apuração e confraternização

Finalizado o processo de votações, a Comissão Eleitoral iniciou as apurações, divulgando um resultado preliminar na madrugada do dia 1º de maio, quando alguns participantes ainda se encontravam em confraternização no local do congresso.

Cobertura ao vivo do terceiro dia

Vídeos do terceiro dia

Fotos

Confira aqui o álbum de fotos do terceiro dia do 32º CONSINASEFE.

Sobre o Congresso
O 32º CONSINASEFE começou em 28 de abril e irá até 1º de maio, em Brasília-DF, tendo como tema "Unificar a Luta da Classe Trabalhadora Contra os Ataques do Capital". O fórum possui caráter eleitoral e elegerá os membros da Direção Nacional (DN) e do Conselho Fiscal (CF) para o biênio 2018-2020.
Última atualização em Qui, 10 maio 2018 10:02