Sindicato Nacional dos Servidores Federais
da Educação Básica, Profissional e Tecnológica


Representante dos docentes e técnico-administrativos da Rede Federal de
Educação Profissional, Científica e Tecnológica
Filiação:



Você está aqui: Início Notícias da Greve
Informe nº 3: reunião com CONIF e ameaças de corte de ponto
Publicado por Ascom Sinasefe - Seg, 05 dez. 2016 14:38

O Comando Nacional de Greve do SINASEFE lança nesta segunda-feira (05/12) o Informe nº 3, que pauta a recente reunião com o CONIF e as ameaças de corte de ponto.

Conteúdo

O material faz um relato da reunião realizada no último dia 01/12, em Brasília-DF. A reunião teve como pauta central a mensagem sobre greve enviada pelo MPOG aos gestores. Conhecida como "Comunica", a mensagem interna nº 557862, recomenda aos Dirigentes de Gestão de Pessoas (DGP), observar a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre corte de ponto de grevistas.

Íntegra

Leia abaixo a íntegra do Informe nº 3:

INFORME DO COMANDO NACIONAL DE GREVE DO SINASEFE Nº 3

Reunião com Conif que pautou corte de ponto

A reunião realizada no dia 01/12/2016 teve início às 15:00 e terminou às 16:30. Estavam presentes: Marcelo Blender (IFSUL), e seu vice-presidente, Jerônimo Rodrigues (IFG), os reitores Cícero Nicácio (IFPB), Antônio Bispo (IFMT), Alexandre (assessor executivo), Cátia Farago e Fabiano Godinho (DN SINASEFE), Estelamaris da Cunha (CNG), Cristiane Gonzaga (DN SINASEFE) e Maria Lucia Monteiro (IFSUL - pela base do SINASEFE).

A principal pauta da reunião foi o comunicado do MPOG enviado aos Reitores/DGP's no dia 30/11 de número 557862, que orienta o corte do ponto dos grevistas. Ouvimos o discurso dos reitores que representam o Conif sobre o caráter eminentemente político da entidade. A maioria de seus reitores, apesar de pressionados, apoiam a luta contra a PEC 55 por entenderem a extensão de seus prejuízos, conforme o que já foi expresso na Carta de Vitória.

Também informaram que entre os dias 06 e 08 de dezembro estarão reunidos para reunião do colegiado em Maceió. Solicitamos um espaço para que o SINASEFE possa se pronunciar e buscar o diálogo com os demais membros deste colegiado, mas nos foi informado que precisavam deliberar a esse respeito. Aguardamos nesse ponto que o Conif nos dê uma resposta quanto a solicitação em tempo hábil a assegurar nossa participação.

Quanto ao ponto mais nevrálgico - corte de ponto – o Conif defende que não deve haver corte de ponto na folha do mês de dezembro. Enfatizamos a necessidade do Conif se empenhe junto aos demais reitores para que firmem uma posição de apoio ao movimento, em face da atual conjuntura. É sabido inclusive das dificuldades técnicas para operacionalizar cortes do ponto neste momento.

Além disso mencionou-se a situação do IFCE, onde a reitoria vem se esquivando de receber o SINASEFE local. Lá, a procuradoria da União está fazendo uma pressão, principalmente aos técnico-administrativos quanto à saída da greve.

Lembramos que diversas reitorias têm se fechado ao diálogo com os trabalhadores e trabalhadoras, e reafirmamos o direito legítimo e constitucional à greve. Finalmente, afirmamos que a nossa assessoria jurídica se encontra atenta a qualquer mudança conjuntural.

Também reafirmamos nossa pauta de lutas: Contra a PEC 55, que os ricos paguem pela crise!; Contra a MP 746, nenhuma reforma sem a participação de educadores e estudantes! Contra o PL 257, agora PLC 54; Contra a reforma trabalhista; Contra a reforma da previdência; Contra os projetos de Escola Sem Partido; Contra todas as terceirizações; Pela auditoria cidadã da dívida com a participação popular e pelo cumprimento dos acordos de greves anteriores.

COMANDO NACIONAL DE GREVE DO SINASEFE


Download

Baixe o documento em PDF aqui.

Álbum de fotos

Confira o álbum de fotos da reunião.

Conteúdo relacionado

*Matéria editada às 18h25.