Sindicato Nacional dos Servidores Federais
da Educação Básica, Profissional e Tecnológica


Representante dos docentes e técnico-administrativos da Rede Federal de
Educação Profissional, Científica e Tecnológica
Filiação:



Você está aqui: Início Notícias
Em luta contra atraso nas bolsas, estudantes dão lição de resistência em Alagoas
Publicado por Mário Júnior - Sex, 11 dez. 2015 17:30
Estudantes do campus Marechal Deodoro do Instituto Federal de Alagoas (Ifal) deram uma aula de resistência e cidadania nesta semana, quando - em luta contra os atrasos nos pagamentos das bolsas estudantis - ocuparam o prédio do Instituto. O movimento de ocupação, que começou na segunda-feira (07/12), mobilizou a atenção da comunidade acadêmica e até da imprensa local e, após dois dias, demonstrou resultado positivo: um termo de compromisso foi assinado com a gestão do Ifal, que se comprometeu a atender parte das reivindicações dos discentes, entre as quais a regularização no pagamento das bolsas.

A OCUPAÇÃO
A luta foi articulada por cerca de 100 alunos, tendo como principal pauta a cobrança do repasse de bolsas para alunos de baixa renda, o que não estava acontecendo havia seis meses.
Com cartazes, apitos e palavras de ordem os estudantes denunciaram um retrato que constumamos revelar em nossos fóruns e matérias de nossos veículos de comunicação: o da precarização, que vem se intensificando com a conjuntura posta de "ajuste fiscal" e "corte de verbas" - não é à toa que o assunto será tratado neste sábado (12/12) em nosso Seminário contra os ataques do governo Dilma à Educação Pública, em Brasília-DF; e também é tema de uma Campanha Nacional que o SINASEFE lançou nesta semana.
Era denunciado, ainda, que alguns estudantes ficaram sem meios de custear as despesas com a ausência do auxílio, inclusive sem condições de pagar passagens para ir até às aulas no campus.

VITÓRIA
O movimento conseguiu demonstrar sua justeza aos representantes da reitoria e da direção do campus, e o saldo da luta foi a assinatura de um termo de compromisso com oito pontos (entre eles a regularização dos pagamentos) na última quarta-feira (09/12) - o que certamente não ocorreria sem essa luta.
Clique aqui para ver o termo na integra. O documento, com duas páginas, está fotodigitalizado e em formato PDF.

LIÇÃO
A lição que estes estudantes deixam com o episódio vai além da resistência e do exercício da cidadania em busca da manutenção do que lhes é de direito: eles mostram que podem inverter os papéis e nos dar boas aulas, tal quais recebem nas salas do Ifal.
Fica o registro vivo de como é necessário se manter firme não só na busca por novas conquistas, mas pela manutenção do que já conquistamos e muitas vezes buscam negar o acesso.
Veja aqui o artigo "Quem são os professores?", do secretário de Políticas Educacionais e Culturais do SINASEFE Fabrício Tavares, que trabalha no campus Marechal Deodoro do Ifal e sintetizou um pouco dessa experiência junto aos estudantes em seu texto.

REPERCUSSÃO NA IMPRENSA
O movimento de ocupação estudantil chamou a atenção dos veículos de comunicação locais em Alagoas. Confira matérias dos principais portais de notícias do estado sobre a luta dos alunos do Ifal:
OCUPA IFAL-MD
Os protagonistas dessa luta também contam sua história. Confira a fanpage de Facebook do movimento "Ocupa Ifal-MD": clique aqui para acessar.
Última atualização em Sáb, 12 dez. 2015 08:04