Sindicato Nacional dos Servidores Federais
da Educação Básica, Profissional e Tecnológica


Representante dos docentes e técnico-administrativos da Rede Federal de
Educação Profissional, Científica e Tecnológica
Filiação:



Você está aqui: Início Notícias da Greve
Boletim do Fórum dos SPF convoca servidores para Marcha à Brasília no dia 27
Publicado por Monalisa Resende - Seg, 24 ago. 2015 10:55

Diante dos ataques de proporções históricas aos direitos dos trabalhadores e ao serviço público, protagonizados pelo governo federal, o Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fórum dos SPF) convocou na última sexta-feira (21/08), pelo boletim de agosto, os servidores públicos federais para ampla participação na Marcha a Brasília-DF, que ocorrerá no dia 27 de agosto, às 9 horas, com concentração na tenda em frente ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), na Esplanada dos Ministérios.

Segundo a publicação, diante da atual conjuntura, é necessário ampliar a mobilização para a construção da greve geral dos servidores públicos federais, fortalecer os fóruns estaduais dos SPF e preparar nos estados as caravanas para a grande marcha. "O momento exige fazer nessa data uma grande demonstração de força da categoria, sem a qual não avançaremos na pauta geral dos servidores públicos federais", diz o texto.

Além das medidas de ajuste fiscal, adotadas pelo governo, que afetam as áreas sociais, o boletim destaca o acordo do governo federal e do Poder Legislativo, na última semana, em torno do projeto de reformas "Agenda Brasil", que tem como justificativa a retomada do crescimento econômico. O boletim faz um alerta para uma eventual aprovação deste projeto de reformas, que significará o fim da gratuidade no Sistema Único de Saúde (SUS), o aprofundamento da terceirização, o aumento da idade mínima para aposentadoria, a revisão da demarcação de terras indígenas, e mais arrocho salarial para os servidores, entre outras propostas.

Ainda na mesma semana, a Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei (PL) 2016/15, de autoria do Executivo, que tipifica o crime de terrorismo. A chamada "Lei Antiterrorismo" ampliará o cenário já existente de criminalização dos movimentos sociais e populares.

De acordo com o boletim do Fórum, para combater os ataques é imprescindível a realização de atos públicos nos estados para exigir o atendimento imediato da pauta de reivindicações dos SPF.

Acesse aqui o Boletim do Fórum dos SPF.

Clique aqui e baixe o cartaz em alta resolução.


*Matéria publicada originalmente pelo Andes-SN. Editada em 26/08/2015, com modificação do local da concentração.