Sindicato Nacional dos Servidores Federais
da Educação Básica, Profissional e Tecnológica


Representante dos docentes e técnico-administrativos da Rede Federal de
Educação Profissional, Científica e Tecnológica
Filiação:



Você está aqui: Início Notícias
25 de novembro: Dia Internacional de Combate à Violência Contra as Mulheres
Publicado por Ascom Sinasefe - Ter, 25 nov. 2014 14:57

As estatísticas sozinhas, mesmo apavorantes, não expressam o tamanho dos danos causados pela violência contra a mulher ao longo da história e dos dias atuais. As agressões (patrimoniais, psicológicas e físicas) são legitimadas como elementos culturais e naturalizadas no cotidiano da população, como em ditados do tipo: “em briga de marido e mulher não se mete a colher”No Brasil, a legislação que prevê punição específica para os crimes machistas, a Lei Maria da Penha, ainda é muito recente (aprovada em agosto de 2006) e pouco aplicada (apenas 2% dos agressores são condenados).

Mesmo tendo uma mulher enquanto presidenta, o governo Dilma não investiu no combate efetivo e proteção às vítimas de violência. Exemplo disso foi o não cumprimento da promessa, feita em 2013, de construir 27 Casas da Mulher Brasileira, que seriam referência no atendimento. O investimento em políticas públicas para modificar a realidade das mulheres trabalhadoras brasileiras está muito aquém do necessário: são destinados menos de R$ 0,30 por mulher.

Diante desta cruel realidade, o SINASEFE se soma ao Movimento Mulheres em Luta (MML) no lançamento de um abaixo-assinado que exige a destinação de pelo menos 1% do PIB (cerca de 5 bilhões de reais) para o combate a violência contra a mulher. Na próxima plenária do sindicato (127ª) os materiais da campanha estarão disponíveis e poderão ser levados para as seções sindicais e locais de trabalho. Assine o abaixo assinado e fortaleça essa campanha!

Clique, conheça melhor a Campanha do MML e faça download do abaixo asinado.

Última atualização em Qui, 04 dez. 2014 00:39