Sindicato Nacional dos Servidores Federais
da Educação Básica, Profissional e Tecnológica


Representante dos docentes e técnico-administrativos da Rede Federal de
Educação Profissional, Científica e Tecnológica
Filiação:



Você está aqui:
21/06: Dia de Luta por uma Educação Não Sexista e Não Discriminatória
Publicado por Ascom Sinasefe - Qui, 21 jun. 2018 12:51

Neste Dia de Luta por uma Educação Não Sexista e Não Discriminatória, o SINASEFE reforça a importância de percebermos a urgência do combate ao machismo, e às opressões, e o nosso papel nesta batalha.

Para além da militância, nossa interação cotidiana na sociedade (incluindo locais de trabalho, lazer, família, esporte, redes sociais etc) deve se orientar pela vigilância e a denúncia permanentes das manifestações machistas, racistas, LGBTfóbicas e opressoras.

Apesar das tentativas conservadoras de ataque aos direitos conquistados sob muita luta, vide projeto Escola Sem Partido, educadores e educadoras resistem e seguem defendendo uma Educação emancipatória, pautada no respeito à diversidade e aos direitos humanos.

Verdadeiros arcabouços teóricos e legislativos (ligados ao combate à discriminação e às opressões) já estão disponíveis há anos para amparar a atuação dos profissionais da Educação. Desde a Constituição Federal, em seu artigo terceiro, "sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação" até legislações mais específicas como a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional nº 9394/96; o Plano Nacional de Educação (PNE) Lei nº 10.172/2001; o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil (RCNEI, 1998) e os Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental (PCN, 1997). Esses documentos pautam a igualdade entre meninos e meninas, além de conter objetivos, conteúdos, diretrizes e orientações didáticas para os profissionais atuarem.

Nossa luta é todo dia, contra o machismo, o racismo e a LGBTfobia!