Sindicato Nacional dos Servidores Federais
da Educação Básica, Profissional e Tecnológica


Representante dos docentes e técnico-administrativos da Rede Federal de
Educação Profissional, Científica e Tecnológica
Filiação:



Você está aqui:
Frente contra "Escola Sem Partido" nasce sob responsabilidade de impedir retrocessos na Educação Pública
Publicado por Mário Júnior - Sex, 15 jul. 2016 18:03
Se na matéria anterior começamos o texto com "chegou a hora", podemos iniciar esta com um "enfim, aconteceu!". A Frente Nacional contra o Projeto "Escola Sem Partido" está oficialmente lançada e podemos dizer, sem medo de errar, que o lançamento dela foi um sucesso.
Todos os quase 300 participantes do evento saíram muito animados do salão nobre do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais (IFCS) da UFRJ, no Rio de Janeiro-RJ, local onde a Frente deu seu pontapé inicial na última quarta-feira (13/07).
Este movimento nacional contra o PL "Escola Sem Partido", que teve sua gênese ainda no II Encontro Nacional de Educação (ENE), nasceu a partir da aglutinação de centrais sindicais, sindicatos, partidos políticos e mandatos de esquerda, intelectuais, movimentos sociais, estudantis e populares em torno da luta contra a censura e a liberdade de opinião nos estabelecimentos de ensino.
Lançamento
A atividade que lançou a Frente contou com palestras dos professores Gaudêncio Frigotto (UERJ) e Roberto Leher (reitor da UFRJ), além de dezenas de intervenções dos representantes das organizações signatárias do manifesto à convocação do movimento.
O SINASEFE NACIONAL foi representado na ocasião pelo coordenador geral Williamis Vieira, que reforçou nosso chamado à unidade entre trabalhadores, juventude e povo pobre contra o governo Temer e contra a retirada de direitos.
Outros membros da nossa base e Direção Nacional (DN) também fizeram intervenções, como David Lobão (representando a CSP-Conlutas), Fabiano Faria (coordenador da mesa) e Ronaldo Naziazeno (representando o Espaço Unidade de Ação).
É válido ressaltar o papel fundamental que o SINASEFE NACIONAL teve na construção dessa Frente, iniciando sua convocação em nosso painel temático do II ENE.
Próximos passos
Os próximos passos da Frente devem ser a defesa dos educadores que estejam sendo perseguidos ou sancionados por leis municipais/distritais/estaduais com conteúdo análogo ao do PL 867/2015 (que contém programa do "Escola Sem Partido") e o ingresso de Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIn) ao PL e às suas "cópias" espalhadas pelas casas legislativas de todo o país.
As articulações dessas e outras lutas, assim como a organização da Frente para atuação política e de inserção do seu discurso junto à sociedade, serão debatidas a partir do próximo dia 19 de julho, numa reunião das entidades que compõem o movimento, a ser realizada em Brasília-DF, a partir das 13 horas, na sede do Andes-SN.
Fotos
Confira aqui o nosso álbum de fotos do lançamento da Frente Nacional contra o "Escola Sem Partido", com 27 imagens da atividade.

Cobertura ao vivo
Relembre as peças da cobertura ao vivo realizada em nossas redes sociais (Facebook, Instagram e Twitter):
Vídeo
Assista aqui ao lançamento da Frente Nacional em vídeo, a partir da gravação disponibilizada em nosso canal do YouTube.
A transmissão ao vivo via hangout, que estava prevista para o evento, não foi possível devido a falta de conexão com internet de boa qualidade no espaço.
Leia também
Conteúdo relacionado