Sindicato Nacional dos Servidores Federais
da Educação Básica, Profissional e Tecnológica


Representante dos docentes e técnico-administrativos da Rede Federal de
Educação Profissional, Científica e Tecnológica
Filiação:



Você está aqui:
SINASEFE e Fasubra bloqueiam MPOG e fortalecem a Marcha dos SPF
Publicado por Monalisa Resende - Qua, 07 maio 2014 16:19

Avançando na unidade e mobilização dos trabalhadores da Rede Federal de Educação em greve, Fasubra e SINASEFE arrancaram uma reunião com o governo após realizar um bloqueio na sede do MPOG (bloco C da esplanada dos ministérios) nesta quarta-feira (07/05). A ação, que começou às 4 horas da manhã de hoje, antecedeu a Marcha dos Servidores Públicos Federais, que contou com a participação de cerca de cinco mil lutadores de todo Brasil.


Pressão e radicalização garantem reunião com entidades da Educação em greve


A reunião realizada nesta quarta, além de SINASEFE e Fasubra, teve a participação dos secretários Sérgio Mendonça (MPOG) e Paulo Speller (MEC), que repetiram as falas já conhecidas de que para o governo existe um acordo em vigor. As entidades reafirmaram que não houve cumprimento governamental dos acordos passados, relembrando a falta de avanço dos GT, e reforçaram o questionamento sobre a abertura de negociação efetiva com os trabalhadores.

Claramente pressionado pela mobilização dos trabalhadores – em Brasília-DF e nas unidades paralisadas em grande parte do país – o secretário Mendonça afirmou que a margem de negociação é pequena, mas existe, e que precisaria consultar as instâncias superiores para apresentar uma resposta aos questionamentos. Indagado pelas entidades sobre o prazo dessa consulta, o governo se comprometeu a responder em até 15 dias (prazo que se esgotaria dia 22 de maio).

Questionado pelo SINASEFE quanto ao acordo assinado com o Proifes em 2012, Sergio Mendonça admitiu, pela primeira vez, que aquela assinatura com o antissindicato que legal e legitimamente não nos representa foi um "ato político do governo" para encaminhar o documento com sua proposta (que não atendia nossas reivindicações) ao legislativo.


Marcha dos SPF


No final da manhã deste dia 7, servidores públicos de diversos estados se uniram às entidades em greve e realizaram uma marcha pela esplanada dos ministérios, partindo da Catedral Metropolitana e passando pelo prédio trancado do MPOG, as caravanas se dispersaram no acampamento instalado pela Fasubra no gramado central.

Além das bases e direções das organizações que compõem o Fórum de Entidades Nacionais de Servidores Públicos, trabalhadores da Indústria de Material Bélico do Brasil (em greve desde 14 de abril) e do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) também se somaram ao movimento, assim como segmentos que também debatem um processo de greve, como os trabalhadores da Cultura, IBGE e Polícia Federal.

A marcha de hoje é a terceira atividade do Fórum e faz parte da Campanha Salarial Unificada 2014 dos SPF. A primeira, no lançamento da Campanha, aconteceu no dia 5 de fevereiro. Durante o Dia de Paralisação Nacional do movimento, em 19 de março, foi realizada a segunda atividade do tipo.


Plenária dos SPF e calendário


Após a Marcha, pelo período da tarde foi realizada uma plenária do movimento, que avaliou como muito positiva a atividade de hoje – a qual reverteu o autoritarismo de Henrique Paim (que não atendeu o pedido de audiência protocolado em 29 de abril pelas entidades que realizaram ontem, 6 de maio, a Caravana da Educação Federal) em um problema que o MPOG nem sonhava em enfrentar.

Durante a plenária, coordenada por SINASEFE e Fasubra, foram dados os informes das entidades presentes e debatidos os próximos passos da Campanha Salarial 2014. E a luta ganhará força nos próximos dias, com diversos sindicatos debatendo seus indicativos de greve já para maio e com as bases do SINASEFE em alerta até o dia 22 – prazo para uma abertura do processo de negociação dado pelo MPOG.

Já em 15 de maio, no Dia contra as remoções da Copa e contra a criminalização dos movimentos sociais, os SPF realizarão um novo Dia de Paralisação Nacional. Em 20 de maio o Fórum de Entidades voltará a se reunir, às 15 horas, em Brasília-DF. E no dia 12 de junho, na abertura da Copa da Fifa, grandes atos serão realizados em todas as capitais e grandes cidades, mostrando ao governo que na Copa vai ter luta!

Confira aqui nossa agenda completa.


Veja também


Após pressão dos caravaneiros governo admite a possibilidade de abrir uma agenda de negociações (Fonte: Fasubra)

Marcha de servidores federais em Brasília mostra insatisfação com descaso do governo (Fonte: Fenajufe)

Servidores Federais marcham na Esplanada e cobram valorização do serviço público (Fonte: Andes-SN)

Servidores Públicos bloqueiam Ministério do Planejamento em Brasília e obrigam governo a negociar com Fasubra e SINASEFE, em greve (Fonte: CSP-Conlutas)

Álbum de fotos da Marcha em nossa fanpage do Facebook


Publicação


Confira aquiInformativo Especial para a Campanha Salarial 2014 dos Servidores Públicos Federais lançado pela CSP-Conlutas no dia da Marcha dos SPF.


Fotos da Marcha e da Plenária